Uso de chupeta: vantagens e desvantagens

O uso de chupeta divide opiniões por diversos motivos. Para a maioria dos pais, a principal vantagem é acalmar o bebê, principalmente na hora de dormir. No entanto, existem também aqueles que criticam a sua utilização e acreditam que ela seja extremamente prejudicial para as crianças, podendo causar asfixia, intoxicações e alergias, por exemplo.

Sem cuidado, todo objeto na mão de uma criança pode ser fatal, por isso, os olhos devem ficar atentos o tempo. Um pequeno descuido por alguns segundos pode trazer transtornos para a família.

E para compreender melhor um pouco das vantagens e desvantagens sobre o uso da chupeta, separamos alguns pontos. Confira!

Vantagens

  • Em caso de dor, como as famosas cólicas, por exemplo, a chupeta funciona como um redutor do incômodo. Ao sugar, os batimentos cardíacos do bebê ficam mais regulares e ele permanece mais tranquilo.
  • Em casos de bebês prematuros, quando eles têm dificuldade de sucção, a chupeta é um importante auxiliador para minimizar a dificuldade de pegar o bico da mamadeira ou do seio.
  • A chupeta ainda acalma o bebê e o distrai antes da alimentação, por exemplo. Assim, a mãe ganha alguns minutos para se preparar antes da amamentação ou o tempo de preparar a mamadeira. Em situações que o bebê costuma ficar agitado e fora da rotina é uma excelente forma de distração também.
  • Há quem diga que o uso de chupeta reduz o índice de morte súbita. Pode até ter uma ação protetora contra a síndrome da morte súbita do bebê, mas ainda sem explicação médica.

Desvantagens

  • Infecções em geral – o uso da chupeta já foi estatisticamente associado a um risco maior da presença de sintomas como vômitosfebre, diarreia e cólica. Por isso, é sempre necessário esterilizar o objeto todas as vezes antes de entregar para a criança.
  • Em alguns casos, o uso frequente de chupeta pode atrapalhar a dentição. Isso acontece, principalmente, se a criança ainda tiver o hábito de usar chupeta quando os dentes permanentes já estiverem nascendo. Esses problemas costumam exigir o uso de aparelhos ortodônticos no futuro.
  • Há muita controvérsia em torno da relação entre a chupeta e o fim da amamentação. Um dos argumentos é que talvez as mães recorram à chupeta justamente porque estejam com problemas no aleitamento materno ou porque não queiram amamentar. Mas nem sempre isso é verdade, às vezes é apenas uma forma de acalmar o bebê. 

E depois de conhecer algumas vantagens e desvantagens, fazer bastante uso da chupeta, o desafio dos pais é convencer os pequenos a deixarem o item de lado. Aos poucos os pais conseguem convencer a criança a largar a chupeta e se interessar por outras coisas.

O processo tem que ser feito de forma leve sem gerar grandes transtornos ou trauma para a criança. Uma boa dica é incentivá-la a se interessar por outros itens e atrair a sua atenção para novas possibilidades.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho como pediatra em São Paulo!

Comentários
Dra. Paula Woo

Posted by Dra. Paula Woo