O que você precisa saber sobre a vacina da Febre Amarela

Recentemente surgiram alguns casos de Febre Amarela silvestre que deixaram alguns pais bastante preocupados. Porém, com o aparecimento da Febre Amarela urbana na Grande São Paulo evoluindo inclusive para óbito, a correria em busca da vacina começou. E junto com isso, as dúvidas quanto a doença, se há necessidade de vacinar e quais são os riscos. Nesse post espero ajudá-los com algumas informações a respeito da Febre Amarela e da vacina.

 

O que é a Febre Amarela?

A Febre Amarela é uma doença infecciosa potencialmente grave causada por vírus chamado arbovírus, do gênero Flavivírus e da família Flaviviridae.  É transmitida pela picada de mosquitos infectados.

 

Qual a diferença entre a Febre Amarela silvestre e urbana?

A forma silvestre é transmitida pelos mosquitos Haemagogus sp e Sabethes sp que vivem nas matas e nas beiras dos rios. O reservatório natural do vírus são os macacos e o homem é um hospedeiro acidental quando está presente nas matas e se infecta.

A forma urbana é transmitida pelo Aedes aegypti e o único hospedeiro é o homem. Dessa forma, o mosquito pica uma pessoa doente e depois pica outro indivíduo saudável transmitindo assim a doença. A Febre Amarela urbana não existe no Brasil desde 1942.

Mas ambas as formas são causadas pelo mesmo vírus.

 

Sintomas

Trata-se de uma doença febril podendo vir acompanhada de dor no corpo, calafrios, fraqueza, dores nas articulações, perda de apetite, vômitos e sangramentos. O período de incubação é de 3 a 6 dias e os sintomas podem durar até 4 dias. Quando não há a remissão, o paciente pode evoluir para insuficiência hepática com icterícia e insuficiência renal, sendo esse um quadro de grande gravidade.

Quem pegou a doença fica imune para o resto da vida.

 

Diagnóstico

O diagnóstico é dado pelo quadro clínico associado a alterações de exames laboratoriais como sorologias e pesquisa do vírus através de RT-PCR (polimerase chain reaction).

O tratamento da Febre Amarela é feito através de medicações sintomáticas, mantendo o paciente hidratado e monitorizado, a fim de reduzir o risco de complicações.

 

Prevenção

A melhor forma de prevenir a Febre Amarela é através da vacinação. Mas medidas para evitar a picada do mosquito são de extrema importância, como o uso de repelentes, roupas de manga comprida, mosquiteiros, inseticidas e telas nas janelas.

 

Vacina da Febre Amarela

É uma vacina de vírus vivo atenuado cultivada em ovo de galinha e aplicada por via subcutânea. Existem 2 tipos de vacina contra Febre Amarela no Brasil. Uma é produzida pelo Instituto Bio-Manguinhos/Fiocruz e utilizada na rede pública. A outra é produzida pelo laboratório Sanofi Pasteur e aplicada na rede privada.

Desde abril de 2017, a vacina vem sendo aplicada em dose única e não deve ser dada junto com outras vacinas de vírus vivo atenuado (recomenda-se intervalo de 30 dias).

 

Quem deve tomar a vacina contra a Febre Amarela?

  • Todas as pessoas maiores de 9 meses e que moram em áreas endêmicas para a Febre Amarela devem ser imunizados, exceto aqueles que estejam em condições de imunossupressão ou que apresentem alergia grave ao ovo (alérgicos à proteína do leite de vaca podem tomar a vacina normalmente) e que tenham apresentado alguma reação à primeira dose da vacina.
  • Todas as pessoas saudáveis e maiores de 9 meses que se deslocam para as áreas de risco.

 

Quem NÃO deve tomar a vacina contra a Febre Amarela?

A vacina da Febre Amarela está contra-indicada para:

  • Crianças menores de 6 meses pois há aumento do risco de efeitos adversos;
  • Imunossuprimidos (HIV, imunossupressão grave, doenças do timo, uso de medicações imunossupressoras como quimioterapia e após transplante);
  • Reação alérgica anafilática ao ovo ou reação à primeira dose da vacina.

Para aqueles que não lembram se tomaram a vacina ou não possuem carteira de vacinação mas estão no grupo recomendado, não há contra-indicação em receber a vacina.

A vacina da Febre Amarela tem contra-indicação relativa e deve ser discutida caso a caso para:

  • Crianças entre 6 e 9 meses;
  • Gestantes;
  • Mulheres que estejam amamentando crianças menores de 6 meses: nesse caso, há necessidade de suspender a amamentação por 10 dias;
  • Pessoas com mais de 60 anos.

 

Quais são os efeitos adversos da vacina contra a Febre Amarela?

Os efeitos adversos podem acontecem entre 5 a 10 dias após a aplicação da vacina. Os mais comuns são dor de cabeça, febre, náuseas, dor no local da aplicação, dor muscular e reações alérgicas.

As reações mais graves são raras com menos de 0,4 casos para 100 mil vacinados. São elas: doenças neurológicas e infecção semelhante à Febre Amarela.

 

O que é a dose fracionada da vacina da Febre Amarela?

O Ministério da Saúde iniciará uma campanha de emergência (a partir de 3 de fevereiro) para os estados mais atingidos pela Febre Amarela: São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. Em São Paulo há 92 casos suspeitos, 40 casos confirmados pelo vírus e 21 mortes.

A dose fracionada corresponde a 0,1ml da vacina, sendo a dose padrão de 0,5ml. A intenção de dividir a dose é para ampliar a imunização e conter melhor a disseminação da doença, já que há estudos mostrando que a dose fracionada da vacina contra Febre Amarela confere imunidade por até 8 anos. Assim, pacientes que receberem a dose fracionada estarão imunizados, mas deverão receber um reforço da dose no futuro.

 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como Pediatra em São Paulo

 

Comentários
Dra. Paula Woo

Posted by Dra. Paula Woo

9 comments

Compression est comment poupe votre sang pousse contre les parois de vos arteres lorsque votre coeur sentiment pompe le sang. Arteres sont les tubes qui transportent prendre offre sang loin de votre coeur. Chaque culture votre coeur bat, il pompe le sang par de vos arteres a la vacances de votre corps.
https://www.cialispascherfr24.com/acheter-du-cialis-pas-cher/

Roseli Silverio

Dra. Paula Woo, minha filha tem 10 meses e tomou a vacina para febre amarela em 08/06/2018. Desde então ela tem apresentado perda de apetite. Pode ter correlação com a vacina?

Meu filho de 11 meses tomou a vacina da febre amarela no braço direito. Faz diferença? Além disso, pode tomar a vacina da gripe junto com a da febre amarela?

Fabiana Santos

Fiz um exame pra detectar anticorpos da febre amarela e o resultado foi IGG não reagente. Isso significa que nunca fui vacinada?

This condition is pretty tied to the reproductive system and may have several causes including a result of injury or abnormal the flow of blood in the testicles. He is content, and also the complete opposite of our opinion later years has in store for us.
https://www.cialissansordonnancefr24.com/achat-cialis-fiable/

Boa tarde! Soube q a vacina fracionada não é válida pra certificação internacional. Neste caso, como proceder? Ou haverá uma diferenciação nestes casos?

Sandra, vc tem toda razão. Há um alerta emitido pela Anvisa dizendo q o certificado internacional não será emitido em hipótese alguma caso o viajante tenha recebido a dose fracionada. A recomendação é levar algum comprovante da viagem (pode o bilhete da passagem, por exemplo) para receber a dose padrão. Vale lembrar que essa dose deve ser tomada pelo menos 10 dias antes da viagem!
Beijos,
Dra Paula

Olá Doutora Paula, como vai. Seu documentário é completa e bem claro.
Parabéns.

Professor Gianini, é um honra tê-lo como leitor do meu blog. Se as informações estão aqui completas é pq tive o melhor professor de química e de vida que me ajudou com o vestibular, permitindo q eu cursasse uma das melhores faculdades de medicina e tendo uma boa formação!! Muito obrigada por tudo!!
Bjos enormes!!